Ciclo de refrigeração

Começaremos nossa série de artigos sobre climatização e refrigeração pelo ciclo de refrigeração. O entendimento de seu funcionamento é fundamental para o diagnóstico de problemas e maior entendimento dos demais componentes que são utilizados conectados ao circuito.

 

Todo ciclo de refrigeração possui 4 componentes básicos:

 

Compressor

O compressor é o “coração” de um sistema de refrigeração. Como o próprio nome diz ele comprime o fluido refrigerante e, também, tem a função de mover este fluido pelo circuito.

 

Condensador

Ele transforma o fluido que sai na forma de vapor quente do compressor em estado liquido através da diminuição de sua temperatura.

A diminuição da temperatura se dá pela remoção de calor do fluido para o meio no qual ele se encontra. Em um sistema de ar condicionado esta troca se dá com o ar ambiente (mais frio) que circula através do condensador com auxílio de um ventilador. Em outros sistemas a troca pode ser com a água num condensador do tipo casco-tubo ou de placas brasadas.

 

Dispositivo de expansão

Diminui bruscamente a pressão do fluido e com esta diminuição ele diminui abruptamente a temperatura do mesmo.

 

Evaporador

Ele transforma o fluido que sai do dispositivo de expansão na forma de líquido + vapor frio em vapor através da elevação de temperatura do mesmo.

A elevação de temperatura se dá pela absorção de calor do meio em que o fluido está circulando. Em um sistema de ar condicionado esta troca se dá com o ar ambiente (mais quente) que circula através do evaporador com auxílio de um ventilador. Já num equipamento chiller a troca se dá com a água num evaporador do tipo casco-tubo ou de placas brasadas.

 

Falaremos sobre cada um deles de forma mais detalhada em outros artigos.

 

Interligando estes 4 componentes temos as linhas do ciclo de refrigeração:

 

Linha de descarga (compressor -> condensador)

Nesta linha o fluido encontra-se em alta pressão e na forma de vapor superaquecido.

 

Linha de líquido (condensador -> dispositivo de expansão)

Nesta linha o fluido encontra-se em alta pressão e na forma de líquido subresfriado.

 

Linha de expansão (dispositivo de expansão -> evaporador)

Nesta linha o fluido encontra-se em baixa pressão e na forma de líquido + vapor (saturado).

 

Linha de descarga (evaporador -> compressor)

Nesta linha o fluido encontra-se em baixa pressão e na forma de vapor (superaquecido).

 

Não se preocupe com os termos superaquecido, subresfriado e saturado. Iremos ver estes termos num outro artigo.

 

Note também que temos “dois lados” neste ciclo de refrigeração, um lado de alta pressão que vai do compressor até o dispositivo de expansão e um lado de baixa pressão que vai do dispositivo de expansão até o compressor.

 

O importante é você conhecer o ciclo de refrigeração, os termos utilizados para seus componentes básicos e linhas. Reveja o ciclo e tenha ele decorado em sua mente. Como dito no início, ter em mente qual a função dos componentes básicos do ciclo e o estado em que o fluido deve se encontrar em cada uma das linhas do circuito é o fundamental para diagnóstico de problemas e entendimento de todos os demais componentes que são ligados ao ciclo.

 

Um forte abraço e até o próximo artigo.

 

link para vídeo no youtube

Leave A Comment